Jora Blog

Será que já sofri assédio no meu ambiente de trabalho?

Karina Papa | May 12, 2017

Nos tempos de hoje ainda convivemos com relatos de assédio contra as mulheres e fica pergunta de como essa situação interfere na dinâmica pessoal e profissional de quem passa por essa situação

A mulher deve ser respeitada em qualquer lugar que ela esteja, mas principalmente em seu ambiente de trabalho onde todos os funcionários devem ter respeito também com os valores e cultura da empresa que eles estão trabalhando.

Para que isso não aconteça com você mulher em seu ambiente de trabalho é muito importante que você faça com que as pessoas tenham a clareza do seu papel e aprenda a delimitar o seu espaço de uma forma que todos respeitem o seu limite e se algo vier lhe acontecer, não sei intimide em tomar as atitudes necessárias, para que isso não ocorra novamente.

Assédio – Educação e direito da mulher no ambiente de trabalho

Para que você fique um pouco mais por dentro sobre assédios de mulheres em seu ambiente de trabalho, iremos destacar alguns pontos importantes falando sobre a educação e o direto da mulher.

Segundo o Ministério do Trabalho e Emprego, o assédio sexual contra mulheres no local de trabalho se caracteriza quando há algum tipo de constrangimento por colegas através de cantadas e insinuações, com o objetivo de obter favorecimento fora do âmbito profissional.

O assédio pode ser feito por meio de atitude; pode ser falada, insinuada; escrita ou explicitada em gestos; pode vir também em forma de chantagem ou negociação escusa, como prometer uma promoção, por exemplo.

Muitas das trabalhadoras brasileiras relatam já terem sofrido algum tipo de constrangimento no trabalho, independente da área de atuação e do cargo que elas ocupam. E as mulheres que não passaram por isso pessoalmente têm notícias de colegas que já vivenciam essa situação.

Se tratando de ações trabalhistas é importante que seja esclarecido o assédio sexual, assim cabendo a cumulação deste pedido com outros, como por exemplo, a indenização por danos morais, além de poder ter a rescisão indireta do seu contrato de trabalho, onde terá judicialmente sua demissão, têm-se ainda as hipóteses que envolvem a demissão do empregado por justa causa.

Denuncie: Quebre o Silêncio

Se uma mulher estiver sendo vítima do assédio sexual, a primeira atitude que ela deve tomar é romper o seu silêncio, onde ela deve dizer claramente não ao assediador.

Ela não deve guardar isso somente para ela, mas sim deve contar para os seus colegas de trabalho o que está acontecendo; além disso é importante que elas reúnam provas e em seguida relatam o acontecido ao setor de RH da empresa a qual ela trabalha.

Em seguida é importante registrar a ocorrência na Delegacia da Mulher ou então registrar o fato na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego.

Com todos esses pontos que listamos acima aqui em nosso artigo, agora você sabe um pouco mais sobre assédios de mulheres em seu ambiente de trabalho e conheceu quais são os direitos das mulheres, por isso se atente a esses detalhes e não se intimide se isso vier acontecer com você mulher.

Karina Papa

Karina Papa

Karina Papa é Consultora de Carreira, Coach Especialista em alta performance e elevação de resultados.