Jora Blog

Quer uma carreira de sucesso? Você vai precisar dessas duas coisas...

Giovanna Baccarin | Jan 26, 2017

A arte de fazer escolhas de carreira

Desenhar a carreira dos sonhos, seja trabalhando para empresas, empreendendo ou até mesmo como freelancer, parece ser o grande sonho de boa parte de nós. O problema é que nesta época em que nossa vida está tão exposta, aberta e espalhada pela internet, fica mais difícil corrigir rotas e a tentativa de se reinventar no meio do caminho se torna algo bastante trabalhoso.

Em um mundo assim, é preciso entender com muita precisão que nossa história sempre nos acompanha, meio que indelével. Então para construir uma carreira de sucesso é preciso ter duas habilidades muito fortes. A primeira delas é a clareza e a segunda o pensamento estratégico. E estas habilidade são ainda mais fundamentais quando estamos passando por momentos de mudanças, escolhas e incertezas.

Clareza

A clareza é a habilidade que nos traz a visão do que queremos construir para nossa vida.

É aquela ideia de que sem um objetivo, qualquer caminho serve, sabe? Então, pegar qualquer caminho e seguir para onde o vento leva é geralmente resultado de uma absoluta falta de clareza.

Mas para se beneficiar dessa habilidade você não precisa necessariamente saber qual é seu grande propósito de vida, qual a sua missão com o seu trabalho, ou o que é aquilo que você mais ama fazer. Não. Até porque a maioria de nós passa a vida toda sem encontrar uma resposta final e definitiva para essas perguntas.

Sendo assim, a clareza é apenas a capacidade de olhar para o momento que você vive e enxergar bem quais são as opções que se apresentam. É a capacidade de analisar um cenário de sua própria vida e entender quais são os fatores internos e externos a você que influenciam a coisa toda. É perceber o significado, não da sua vida como um todo, mas de cada escolha que você faz.

E a parte boa, é que ter clareza é uma habilidade que podemos desenvolver. Ela deve ser buscada e trabalhada em nossa vida. E para isso é preciso fazer algo que quase nunca fazemos. É preciso sair por um momento do turbilhão do dia a dia, da rotina, das coisas que vão acontecendo incessantemente, uma depois da outra, e parar por um momento. É preciso parar e refletir (outra coisa que pouco fazemos).

Dicas

E para ajudar um pouco mais esse processo podemos nos fazer algumas perguntas. E as respostas a elas nos ajudarão a pintar um quadro mais iluminado sobre o que estamos vivendo em um determinado momento. Boas perguntas são:

Em relação a esse exercício tenho apenas um aviso. É muito possível que você tenha uma enorme resistência em conseguir separar um tempo para fazer essa reflexão. De repente sua família precisa de ajuda, você começa a ficar resfriado, o telefone toca ou você percebe que está com fome e precisa de um lanche. Você pode até começar a pensar que isso de fazer escolhas para sua carreira nem é tão importante assim. Se isso acontecer com você, assista ao vídeo no qual explico melhor o que essa resistência significa e porque ela está aparecendo neste momento. Não desista desse exercício antes de ver o vídeo, ok? Agora, se a resistência não apareceu, melhor ainda. Siga em frente.

Estratégia

O pensamento estratégico é a segunda parte desse processo de criar a carreira que buscamos, mesmo que a gente não saiba bem qual ela é.

O pensamento estratégico é aquele que nos permite tomar decisões e fazer escolhas a partir de um objetivo final e não de uma resposta impulsiva ao que a vida nos apresenta.

Vou dar um exemplo para ficar mais claro (já que clareza é mesmo fundamental). Imagine que você, de repente, se encontra em uma discussão acalorada na rua com uma pessoa bem maior que você. Nesse caso, você geralmente tem duas opções: ceder ao impulso da raiva e levar a coisa até as últimas consequências ou pensar que no final das contas é mais importante para você sair ileso desse lugar e chegar logo no aniversário da prima (para onde estava indo). Se você conseguir ter a clareza das opções e conseguir escolher qual é a rota que mais deseja ‘no final das contas’, você pode naquele momento estratégicamente buscar acalmar as coisas, se for o caso até pedir desculpas e sair rapidamente daquela situação. Neste caso, você teria decidido que ficar ileso e ir ao aniversário da sua prima seria algo mais importante para você do que ganhar a briga com um desconhecido na rua.

Parece óbvio não parece? Mas quantas vezes você acha que as pessoas no trânsito tomam decisões em cima do que é importante pra elas de verdade?

Coerência

Dessa forma, o pensamento estratégico é o que permite que sejamos coerentes em nossas decisões ligadas à carreira. Então, se eu desejo trabalhar em altos cargos gerenciais em grandes multinacionais, mesmo que eu ainda não saiba em que mercado, talvez fazer aquela tatuagem no meu pescoço não seja uma boa ideia. Ou então, se estou afastado de licença médica mas ainda assim desejo aquela promoção, talvez postar um monte de fotos da piscina dizendo como a vida é melhor sem trabalhar, não seja uma boa ideia. Se eu trabalho na área cultural e dependo de patrocínios de empresas para financiar meus projetos, talvez aquelas mensagens anti capitalistas e todos os posts reclamando desta ou daquela empresa possam acabar prejudicando meus esforços.

Deu para entender a ideia, não deu?

No final das contas

Então mesmo que você não saiba qual é seu grande propósito de vida, qual a sua missão com o seu trabalho, ou o que é aquilo que você mais ama fazer, você pode, fazendo uma reflexão bem feita, saber ao menos em linhas gerais qual é a direção para onde deseja ir. E com essa direção em mente, e um pouco de clareza é possível fazer as melhores escolhas para criar de forma estratégica um caminho coerente para chegar lá. Onde quer que seja.

Giovanna Baccarin

Giovanna Baccarin

Mentora,palestrante e empreendedora. Foca nas áreas de empreendedorismo, estratégia,marcas e tendências. Autora do livro Empreenda com Menos - Crie sua empresa com menos recursos, riscos e incertezas.