Jora Blog

Cinco Passos Para Gostar da Segunda-Feira

Renata Cox | Nov 17, 2016

Quando o sol começa a se por e logo mais você escuta a música do fantástico a deprê chega com tudo e só de pensar que amanhã começa tudo de novo bate aquele baixo astral. Para acordar é difícil, para se arrumar para o trabalho aquele desânimo máster. Ir para o trabalho é um tormento todos os dias. Tudo um saco!

Então você espera o dia passar para finalmente à noite poder fazer algo que goste e que te dá prazer, nem que seja ficar jogado no sofá se lamentando pelo péssimo dia. Sente como se estivesse pagando penitência por estar em uma empresa que não combina contigo e em uma profissão que não tem mais a sua “cara”. Mas como tem conta para pagar e elas insistem em chegar mensalmente você continua ali, dia após dia, olhando no relógio esperando a hora do expediente acabar, contando no calendário, que está na sua mesa, quando será o próximo feriado e sonhando acordado com suas férias para ter a tal felicidade plena.

Parece que anda com uma nuvem negra em cima da sua cabeça, uma eterna tempestade na vida profissional e acaba impactando na sua vida pessoal também. Afinal é quase impossível ter bom humor fazendo algo que não faz mais sentido para você por 8 ou 10 horas (ás vezes até 12 horas) do seu dia, ter energia para algo depois de ser engolido por atividades que não trás nenhuma realização em executá-las, só aborrecimento e chateação. Um vazio!

Eu passei por isso na minha vida anos atrás, sentia tudo isso e fiquei por um bom tempo perdida e sem saber como sair do caos. Pensei por um tempo que era só uma fase e naturalmente ela iria passar. Mas não passou e quanto mais o tempo passava, pior ficava, me sentia a pessoa mais chata deste mundo, pois estava no meu limite do limite de desgosto.

Foi então que finalmente percebi que para a “tempestade” ir embora eu precisava fazer coisas diferentes, afinal, se eu não fizesse absolutamente nada os meus resultados seriam os mesmo, mais e mais “trovoadas” iriam rolar na minha cabeça. Não tinha um botão mágico, não iria acordar do nada e todos os meus conflitos profissionais iriam se resolver instantaneamente.

Descobri que eu não estava sozinha pelo contrário, a pesquisa da Deloitte’s Shift Index One detectou que 80% das pessoas estão insatisfeitas com o seu atual emprego. Mas precisava sair da estatística e percebi que na realidade nem eu sabia o que realmente eu queria para a minha própria carreira.

  1. O primeiro passo para reverter este quadro é ter clareza do que realmente você quer na sua carreira e vida. Afinal como no filme Alice no País das Maravilhas, “Para quem não sabe, qualquer caminho serve”. Não tem como construir uma carreira com realização, sem antes decidir qual é realmente o seu caminho. Qual trabalho você faria mesmo se não ganhasse por ele? Existem milhões de possibilidades, mudar radicalmente de profissão, mudar de setor da empresa, mudar de empresa, mudar de cidade e até mesmo virar um empreendedor. Não importa qual seja seu caminho, escolha o que realmente faça sentido pra você e o que vai proporcionar satisfação, não só na carreira, mas na vida.

  2. O segundo passo é ter planejamento, escrever no papel o passo a passo para chegar aonde você quer. Sem um planejamento detalhado descrevendo como, onde, quanto, quando e com quem, caímos na armadilha do “qualquer dia desses”, e nessa, nunca alcançamos aquilo que realmente queremos. O “qualquer dia” não tem no calendário, por tanto, defina nitidamente quando vai concretizar suas ações, cada uma delas rumo a seu objetivo principal.

  3. Já o terceiro passo é ir para ação, é concretizar os passos que desenhou anteriormente. Afinal, nós não somos que o que pensamos, e sim, o que fazemos. De nada adianta ter uma super ideia se você não fizer absolutamente nada com ela. Então tome um banho todos os dias de motivação e encare os seus desafios. Neste momento é fundamental ter a clareza do porque você decidiu sair da sua zona de conforto, que não era nada confortável diga de passagem, e agir rumo a uma vida com muito mais sentido.

  4. Logo em seguida vem a melhoria contínua, afinal, nem tudo vai sair exatamente como você planejou. Sim, bem-vindo ao mundo real, mas está tudo bem. O importante aqui é não parar diante dos obstáculos. Sabemos que o perdedor não é aquele que caiu, e sim, aquele que desistiu de lutar. Aprenda com seus erros, e encare como uma oportunidade em desenvolver-se e aperfeiçoar seus talentos.

  5. Então, depois de sonhar e realizar os resultados aparecem e é hora de celebrar suas conquistas, o quinto passo é o seu resultado. Comemore não só o resultado final, mas cada pequeno e importante passo que deu até chegar aqui. Nada melhor que sentir o gostinho da realização, viva intensamente sua conquista. Ela é toda sua.

E seja bem vinda segunda-feira!

Renata Cox

Renata Cox

Coach de Carreira, mentora de coaches, psicóloga e apaixonada por ajudar as pessoas a gostarem da segunda-feira. Idealizadora do COOPROE e do Você Em Ação, fundadora do Grupo Cox.