Jora Blog

A importância de receber e dar feedback

Karina Papa | Apr 12, 2017

Um bom feedback, positivo ou não, deve ter como objetivo o desenvolvimento profissional daquele que o recebe. Da mesma forma se não houver maturidade por parte do receptor, um feedback bom e construtivo pode ser recebido apenas como criticas ou elogios de modo a não despertar a devida motivação para o desenvolvimento profissional

Nossa jornada profissional nem sempre será de acertos e sucessos. Algumas vezes não saberemos o suficiente, daremos alguns deslizes ou cometeremos alguns erros graves. Na maioria das vezes nem vamos perceber esses erros, somente aqueles que trabalham conosco, e é natural que quando esses deslizes acontecem, nossos companheiros nos deem feedbacks.

Esses feedbacks são de extrema importância para um maior desenvolvimento profissional. Nós aprendemos com nossos erros, se tivermos maturidade profissional para receber críticas e avaliações construtivas sobre o nosso trabalho.

Sempre haverá pessoas melhores e mais qualificadas do que nós, se tivermos dispostos a aprender com eles, isso irá acrescentar bastante na nossa carreira.

Claro, é preciso maturidade profissional também para dar os feedbacks. Os feedbacks não são uma forma de humilhar seu companheiro de equipe, mas de fazê-lo crescer e aumentar a produtividade da equipe como um todo. Lembre-se sempre que o sucesso do seu parceiro é o sucesso da equipe, consequentemente também o seu sucesso e da sua empresa.

Feedbacks são essenciais na relação proprietário e funcionário. Além de ser importante também para a relação entre parceiros de equipe.

Na relação entre proprietário e funcionários, os feedbacks são importantes para deixar claro quais suas ideias e intenções para sua empresa, e como você gostaria que funcionasse determinadas resoluções para o seu negócio.

É desafiador dar um feedback que seja realmente construtivo. Nem todas as pessoas reagem a determinadas críticas da mesma forma, você pode motivar seu funcionário como pode também desmotivá-lo e prejudicar seu crescimento.

Por isso a importância de manter contato e conhecer seus funcionários, saber quais tem maior resiliência, de modo que você possa fazer uma crítica mais dura. E a melhor forma para dar feedbacks aos mais novos no mercado de trabalho, ou aqueles que são mais fáceis de perder o foco.

O mesmo vale para aqueles que não são os proprietários de suas empresas, mas foram encarregados de cargos administrativos – como a gerência, por exemplo.

Seja um líder, não um chefe

Um verdadeiro líder, que sabe administrar bem aquilo que tem nas mãos, vai saber a importância de não ser “carrasco”, mas ser exemplo de transparência e caráter para seus funcionários ou “gerenciados”.

Líder é aquele capaz de levar pela mão aqueles que ainda não tem muita experiência ao topo da produtividade, com a forma de motivação correta – com a forma correta de dar feedbacks.

Não esqueça de forma nenhuma de dar também feedbacks positivos. De elogiar o trabalho bem feito, de parabenizar e recompensar os progressos, e mostrar o quando o crescimento profissional do seu subordinado é importante para você.

Existem outra série de feedbacks que você talvez nem conheça

Dar bom dia, fazer contato visual, perguntar como foi o dia, também são feedbacks – porque de forma inconsciente estará ajudando na motivação e assim crescimento daquele que o recebe. Mostrar que se importa com aquele que lhe está subordinado dá maior confiança para que quando você fizer uma crítica, tal pessoa tenha certeza que foi feito para o seu bem.

Aprenda a receber feedbacks não importa qual seja sua área na empresa, seu cargo ou seu nível de conhecimento

Não importa o quanto saibamos, nunca sabemos tudo, sempre temos algo a aprender – e sempre existe alguém que tem algo a ensinar.

Então quando alguém lhe abordar com algum feedback negativo, use da sua maturidade profissional e humildade para ouvir sem contra-atacar. Pondere o que está sendo dito e tome como uma dica de crescimento para você.

Assim como se receber um feedback positivo também, aja com naturalidade e não tente usar daquilo como ferramenta para sobressair por cima dos outros.

Lembre que a empresa não funciona somente com você, ela só funciona porque você e seus parceiros atuam em conjunto promovendo seu sucesso.

Não tenha medo de dar feedback para seu colega de equipe, quando necessário, e receba o mesmo com cordialidade e como uma oportunidade para melhorar ainda mais suas qualidades, ou de consertar certos defeitos.

Karina Papa

Karina Papa

Karina Papa é Consultora de Carreira, Coach Especialista em alta performance e elevação de resultados.