Jora Blog

4 dicas para o seu primeiro cargo de liderança

Karina Papa | Jan 16, 2018

Começamos mais um ano e o seu desejo de assumir uma nova posição na Empresa continua cada vez maior, mas o que você tem feito para tornar esse desejo realidade? No último ano algumas pessoas foram promovidas e te deu aquele sentimento de desânimo e surgimento dos vários por quês…. Por que eu não fui nem cotado para a nova função? Por que não participo das reuniões estratégicas se estou no departamento há mais de 04 anos?

Identificar e dar vasão a esses “por quês” é uma grande oportunidade de refletir sobre o que está dando errado.

Fazer uma autorreflexão te permite alterar suas estratégias e criar novas oportunidades em sua carreira, pensando que além das movimentações verticais (ser promovido para funções de coordenação, gestão, diretoria…) existem também as movimentações laterais (mudanças de cargo, projetos e atribuições), pois essa também é uma grande oportunidade de crescimento, autodesenvolvimento e senso de pertencimento à organização. Para construir o seu 2018, veja as dicas abaixo:

1. Amplie o seu mindet: Ficar se lamuriando aos colegas não vai mudar o resultado. Por isso, reflita sinceramente, o que poderia ter feito diferente e como vem utilizando os conceitos de empregabilidade em sua carreira. Solicite uma reunião com o seu gestor, peça um feedback sobre como você poderia melhorar as suas entregas na organização.

2. Aprimore suas competências: Dizem que a sorte só bate na porta de quem está preparado, portanto, não adianta achar que você tem condições de assumir a função X se ninguém além de você sabe disso. Quais são as atribuições necessárias ao cargo de se seu interesse? Como você exercita essas habilidades em seu cotidiano? Quais são as principais competências utilizadas pelos stakeholders da sua Empresa, o que eles fazem? E você, o que está vendendo? No que você acredita? O que comunica à sua organização? O seu guarda-roupas está de acordo com o cargo de seu interesse? Como vão te identificar como alguém mais pleno se seu posicionamento continua júnior?

3. Marketing Pessoal: Recentemente atendi uma cliente arquiteta que num determinado momento foi transferida de setor. Ao chegar em seu novo espaço de trabalho identificou que havia uma pendência enorme de projetos atrasados e imediatamente comunicou que sabia mexer no sistema utilizado pela empresa no grau avançado. De repente, ela descobriu que os donos da empresa nem sabiam de sua formação como arquiteta. Assim, ela se responsabilizou por finalizar os projetos, passou meses fazendo hora extra e atualizou as entregas pendentes. Moral da história: não delegue ao recursos humanos da empresa passar todas as informações acerca de suas competências e habilidades, muitas vezes o seu dirigente não faz ideia de suas conquistas e experiências profissionais anteriores. E ai você entra, apresentando suas qualificações e realizações para ajudá-lo a maximizar os talentos internos.

4. Invista em seu futuro: Se você não está disposto a investir em sua carreira, por que alguém deveria investir? Já foi o tempo que era responsabilidade exclusiva das organizações oferecer cursos e capacitações aos profissionais. Hoje, cabe à voce se manter atualizado e qualificado continuamente. Não delegue ao outro uma responsabilidade que é sua!

Todo e qualquer decisão para subir níveis em sua carreira dependem única e exclusivamente de você, e não há poblemas em ter dúvidas do caminho a seguir. Nessas situações você pode recorrer a profissionais como eu: Coach de Carreira e Liderança. Conte comigo para construir o 2018 que você deseja.

Karina Papa

Karina Papa

Karina Papa é Consultora de Carreira, Coach Especialista em alta performance e elevação de resultados.